16°C 31°C
Oliveira dos Brejinhos, BA

Bahia insere lutas pela Independência no currículo escolar

Governador quer que o assunto faça parte dos livros didáticos de todo o país

02/07/2024 às 08h22
Por: Redação Fonte: com informações do GovBA
Compartilhe:
Josenildo Almeida
Josenildo Almeida

A resolução do Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE), nº 125/2024, que cria o componente curricular História da Bahia na rede de ensino, foi homologada pela Secretaria da Educação e publicada no Diário Oficial. A inclusão das lutas pela Independência do Brasil na Bahia no currículo escolar visa reconhecer a importância do 2 de julho de 1823. O governador Jerônimo Rodrigues solicitou ao Ministério da Educação que este conteúdo faça parte dos livros didáticos nacionais. 

Durante as celebrações da Independência do Brasil na Bahia, Jerônimo anunciou o pedido ao Ministério para incluir o "2 de Julho" no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). A secretária estadual da Educação, Rowenna Brito, enfatizou a importância de divulgar essa memória em todo o país.

A data do 2 de julho de 1823 marca a luta pela emancipação da Bahia do domínio português, destacando a resistência e participação do povo baiano, incluindo negros e escravizados. Pesquisadores consideram que a Independência do Brasil só se efetivou com as lutas iniciadas em Cachoeira e a Batalha de Pirajá. O governo da Bahia oferecerá suporte administrativo e acadêmico para a inclusão dos conteúdos históricos sem custo adicional para o Ministério da Educação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias